Analise seus concorrentes minuto a minuto

5 forças de Porter que vão destacar sua empresa dos concorrentes

Email Metrics Imagem Principal

Há diversas maneiras de estabelecer-se no mercado e organizar uma estratégia de comunicação para o seu negócio. Uma das formas mais conhecidas e eficientes foi desenvolvida por Michael Porter, membro da Harvard Business School, em 1979, e é conhecida como “5 forças de Porter”.

Ferramenta utilizada por diversas empresas, independentemente do porte, para realizar uma análise de concorrentes de forma prática e eficiente, possibilitando entender a visibilidade do seu segmento no mercado.

As 5 forças são:

  • Surgimento de produtos novos ou substitutos;
  • Aparição de novos concorrentes;
  • Poder de negociação do cliente;
  • Poder de negociação do fornecedor;
  • Competitividade entre concorrentes.

Entenda agora o que são cada uma das forças:

SURGIMENTO DE PRODUTOS NOVOS OU SUBSTITUTOS

Independente do segmento de sua produção, é importante analisar os produtos já existentes no mercado e que podem substituir o seu por apresentar alguma vantagem. Além disso, fique atento ao surgimento de novas mercadorias que podem oferecer mais qualidade, durabilidade e preço acessível, por exemplo.

Com isso, você poderá otimizar o seu serviço/produto e dificilmente será visto como ultrapassado.

APARIÇÃO DE NOVOS CONCORRENTES

É fundamental que conheça as dificuldades e as facilidades de inserção no meio em que sua empresa está inserida, assim, saberá de todas as barreiras de entrada (investimento, ganhar visibilidade, reconhecimento da marca, aceitação do produto, normas públicas e etc.), entenderá das possibilidades de surgirem novos concorrentes e ainda se manterá a frente de todos.

Se você trabalha com as empresas digitais, por exemplo, saiba que é ainda mais difícil controlar essa força, já que, o negócio online exige baixo investimento e é de fácil desenvolvimento.

PODER DE NEGOCIAÇÃO DO CLIENTE

Entenda que, quanto mais opções seu cliente tiver, mais exigente ele pode se tornar. Oferecer mais do mesmo pode não ser vantajoso para você, já que, seu cliente possuirá um leque vasto de opções onde poderá impor exigências ainda maiores sobre qualidade, e colocar sua empresa em uma disputa de preço perante o mercado.

A escassez do produto no mercado levará o controle sobre a negociação para as suas mãos. Mas, é importante lembrar que, o equilíbrio (onde ambos precisam um do outro) é o ideal.

É importante ficar atento com o mercado virtual, já que, seus concorrentes estão fora dos limites de fronteiras. Hoje o contato entre uma empresa do Norte e um cliente do Sul do país é totalmente possível, e isso também entra na sua análise.

PODER DE NEGOCIAÇÃO DO FORNECEDOR

Esse raciocínio é bem similar ao poder de negociação do cliente, porém, lidando com seus fornecedores. Uma vez que o número de fornecedores se torna menor que o número de empresas, a decisão de preços e prazos de entrega, por exemplo, estão nas mãos deles. Com isso, é importante que você estude as possibilidades e escolha aqueles materiais que oferecem mais de um fornecedor, tirando a sua total dependência de um único lugar.

Com o equilíbrio, os acordos podem ser feitos de forma mais eficiente e benéfica para o seu negócio.

COMPETITIVIDADE ENTRE CONCORRENTES

A força central entre os 5 P’s é a análise de competitividade entre concorrentes. Com ela, você realiza a análise de competidores diretos, levando em consideração observar a visibilidade das demais empresas, suas ofertas e vantagens. Assim, conseguirá otimizar o seu serviço de forma que ofereça diferenciais.

Vale lembrar que, assim como em outras etapas, nessa é essencial você analisar a influência e o poder de alcance que a internet possui.

Agora que já conhece as 5 forças, estude as possibilidades, analise constantemente seus concorrentes e trace a estratégia mais eficiente para o seu negócio, seja ela liderança de custo, diferenciais perante os concorrentes ou a que mais se adequar ao seu objetivo.

GOSTOU? QUER MAIS NOVIDADES?
ASSINE NOSSA NEWSLETTER